Grande Otelo

Grande Otelo
Grande Otelo, mascote da campanha.

Apoio de várias celebridades

Apoio de várias celebridades
Hebe Camargo num lambeselinho em Grande Otelo, mascote da campanha.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Marcelo Luna do Big Surf X Bruno "Justin" Ulott do Wakeboard no Naga Cable Park

Foi realmente um presente de Deus poder estar em Jaguariúna , nesta última terça feira e podermos acompanhar de perto algo muito legal. Jaguariúna, fica ha 180 km de São Paulo e é uma cidade com um dos melhores climas da região. A cidade conta com aproximadamente 50 mil habitantes e pudemos estar lá para acompanhar o duelo entre o surfista de ondas gigantes, Marcelo Luna, nosso apoiador nesta causa e Bruno Ulott, que também pode ser conscientizado a respeito desta grave doença que mata muitos humanos e cães no mundo todo. Depois da malária, ela é a segunda doença que mais mata.
A convite da assessora do Naga Cable Park, Jussara Teixeira, pudemos estar mais próximos dessa cidade encantadora e acolhedora.
Saiba mais sobre o que houve por lá.

A região já teve casos de leishmaniose, isoladamente nas matas, por isso muito importante conscientizar e prevenir nossos cães e também a população!!

Marcelo Luna enfrenta novo desafio, a convite do campeão brasileiro de wakeboard Bruno Ulott 
​                       Dois grandes nomes dos esportes radicais, trocam experiências em Jaguariúna

O surfista de ondas gigantes Marcelo Luna e o atual campeão de wakeboard nacional Bruno “Justin” Ulott, se encontraram no dia 16 de agosto no Naga Cable Park, em Jaguariúna, para um desafio radical de wakeboard.  Marcelo Luna, cuja especialidade é o tow-in ou Big Surf, como é conhecida modalidade, andou pela primeira vez em um cable park e experimentou a emoção de usar uma prancha de wake em um sistema fullsize, com cinco torres e um lago de 62 mil m2.
 
"Foi um dia incrível! Fiquei honrado com o convite do campeão brasileiro Bruno Justin e como atleta profissional, estou sempre em busca de aprimorar minha técnica. Nossos esportes são similares em diversos princípios, e o encontro serviu além de treino, de muita confraternização, amizade e troca de experiências. Agora quero ver o Justin no Tow-In comigo!”, diz Luna, que acrescenta que ficou impressionado com a estrutura do Naga Cable Park: “espero voltar em breve”.
 
Já Bruno Justin acredita que o intercâmbio de experiências entre os atletas pode gerar novos encontros e isso é positivo para o esporte. “Toda soma e vivência em comum é interessante, pois são formas e técnicas similares, pudemos experimentar o equipamento dos dois esportes e de quebra nos divertimos muito!”, declara.

Bruno usou a prancha para a prática do tow in, usada por Marcelo Luna e adorou a experiência, achou mais leve ao deslizar na água.
  
Sobre o Naga Cable Park

Com um terreno de 84 mil m2 com um lago de águas nascentes naturais e um terreno totalmente remodelado por um paisagismo exuberante, o Naga Cable Park é o primeiro cable park com toda a infraestrutura para a prática de wakeboard no Brasil.

Conhecido como sendo uma verdadeira “pista de skate sobre a água”, o circuito de Jaguariúna viabiliza manobras radicais e ainda possibilita um agradável passeio para toda a família em meio à natureza exuberante e intacta do interior de São Paulo. 

Imagens feitas por Christiano Lima.








segunda-feira, 15 de agosto de 2016

O surfista de ondas gigantes, Marcelo Luna, que apoia esta campanha enfrenta desafio em Jaguariúna.

Atletas radicais se enfrentam no Naga Cable Park 
Marcelo Luna, atleta de Big Surf e Bruno Ulott, campeão brasileiro de wakeboard, participam de duelo no dia 16 

Dois grandes nomes dos esportes aquáticos no Brasil vão se enfrentar no dia 16 de agosto em um duelo de wakeboard no Naga Cable Park, em Jaguariúna, interior de São Paulo.  Marcelo Luna, cuja especialidade são as ondas gigantes, modalidade também conhecida como tow-in, desafiou o atual campeão de wakepark brasileiro Bruno “Justin” Ulott. Os dois vão competir e provar quem executa as melhores manobras nos 62 mil m2 do lago com sistemafull de 5 torres e obstáculos em diversos formatos.

É a primeira vez que Marcelo Luna vem ao Naga; apesar de toda a habilidade como atleta profissional no Big Surf, Luna terá sua primeira experiência com o wakeboard em um cable. O surfista ganhou a indicação como Excelente Award Entry no Red Charges, considerado o Oscar do surf mundial.


“É uma super oportunidade de provar minha habilidade no wakeboard. Eu, que já enfrento as ondas gigantes, agora vou ter que encarar os obstáculos do Naga. Tenho certeza que nos divertiremos muito e será um belo espetáculo", comenta o surfista.

Já Justin, que já tem o Naga como seu campo oficial de treinamento, está ansioso pelo desafio: “será incrível, uma chance inédita de enfrentar o Marcelo, ainda mais no meu local de treinamento! Será uma experiência única reunir dois atletas de diferentes esportes aquáticos”, completa.


Sobre o Naga Cable Park


Com um terreno de 84 mil m2 com um lago de águas nascentes naturais e um terreno totalmente remodelado por um paisagismo exuberante, o Naga Cable Park é o primeiro cable park com toda a infraestrutura para a prática de wakeboard no Brasil.

Conhecido como sendo uma verdadeira “pista de skate sobre a água”, o circuito de Jaguariúna viabiliza manobras radicais e ainda possibilita um agradável passeio para toda a família em meio à natureza exuberante e intacta do interior de São Paulo.


Sobre Naga Park, fale com:
 
 Jussara Teixeira
jussara@jtcomunica.com.br
 (19) 9.88228108
   / jtcomunica


Sobre Marcelo Luna, fale com:

Marli Pó
11-99703-6791  - Vivo
11-97135-7023  - Tim
Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.
Hebreus 11:1

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Notícias da semana


Ação no Centro de Pres. Prudente conscientiza sobre a leishmaniose
Prudente conscientiza sobre a leishmaniose. Passeata e pedágio serão realizados no Calçadão nesta quarta-feira (10). Uma pessoa já morreu vítima ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
CCZ faz ação nas escolas de conscientização contra Leishmaniose
Dois casos de Leishmaniose visceral foram registrados em Foz.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Ação de combate à leishmaniose é realizada em Dracena
07:15:00, 2016-08-09. TV FRONTEIRA. BOM DIA FRONTEIRA. Ação de combate à leishmaniose é realizada em Dracena ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Ação no Centro de Pres. Prudente conscientiza sobre a leishmaniose
Ação no Centro de Pres. Prudente conscientiza sobre a leishmaniose - Brasil. Passeata e pedágio serão realizados no Calçadão nesta quarta-feira ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Cientistas descobrem nova classe de remédios contra doença de Chagas, do sono e leishmaniose
LONDRES - Cientistas encontraram uma nova classe de medicamentos que pode matar os parasitas de três doenças tropicais que afetam milhões ...

Combate a leishmaniose em Dracena

09/08/2016 17h51 - Atualizado em 09/08/2016 17h51

Ação no Centro de Pres. Prudente conscientiza sobre a leishmaniose

Passeata e pedágio serão realizados no Calçadão nesta quarta-feira (10).
Uma pessoa já morreu vítima da doença neste ano na cidade.

Do G1 Presidente Prudente
Mosquito-palha (Foto: Reprodução / TV Globo)Mosquito-palha (Foto: Reprodução/TV Globo)
A Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizam nesta quarta-feira (10), às 9h, no Calçadão da Rua Tenente Nicolau Maffei, no Centro de Presidente Prudente, o evento “Unir forças para não expandir”, que faz parte da Semana Nacional de Combate e Controle à Leishmaniose.
Na oportunidade, haverá passeata e pedágio no Calçadão. Cerca de 70 alunos da Escola Municipal Padre Emílio Becker percorrerão o local com mascotes do mosquito-palha, vetor da leishmaniose, e cartazes. Já 20 alunos do curso de medicina da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) abordarão os pedestres para tratar sobre a doença e distribuir folhetos educativos. Paralelamente à ação, 800 alunos da Escola Estadual Professora Maria Formozinho Ribeiro, supervisionados por um professor, farão um trabalho diferenciado com as famílias, incluindo a entrega de informativos.
De acordo com Elaine Bertacco, educadora de saúde da VEM, a intenção é expor o cenário de casos de Leishmaniose Visceral Canina (LVC) em Presidente Prudente, que neste ano, até junho, contabiliza 107 registros positivos, além de alertar a população de que uma pessoa, moradora do Residencial Universitário, morreu em 2016 em razão da doença. A vítima foi um homem de 75 anos.
Segundo ela, o mosquito se prolifera em locais como sacos com folhas, terra, frutas podres e criadouros de galinhas.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Várias notícias


Prefeitura de Embu
CCZ grava documentário para campanha de combate àleishmaniose
leishmaniose é transmitida pelo mosquito “palha” e os sintomas apresentados são emagrecimento, perda de apetite, vômito, alopecia (queda dos ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
WEB
Vigilância Sanitária faz monitoramento de inseto transmissor da leishmaniose
A Prefeitura e Vigilância Sanitária procuram uma forma de manter a doença da Leishmaniose sobre controle no município. A enfermidade costuma se ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Bairro onde homem morreu com leishmaniose vive situação alarmante
Bairro onde homem morreu com leishmaniose vive situação alarmante. CCZ confirmou mais oito casos da doença em cães, em Presidente Prudente.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
CCZ confirma 19 casos de leishmaniose em apenas dois dias
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) confirmou, nesta quinta-feira (5), mais oito casos deLeishmaniose Visceral Canina em Presidente ...